"Entregador de paçoca." O jogador segue sendo xingado por torcedores do Flamengo. Eles não o perdoam pela falha na final da Libertadores. Andreas Pereira será comprado mesmo assim. Mas está abalado



"Sai do Flamengo!

"Seu entrega gol do car....!

"Volta para a Inglaterra."

Vaias e muitos palavrões.

No acanhado estádio Conselheiro Galvão era impossível para Andreas Pereira não ouvir os gritos de revoltados torcedores do Flamengo, ontem, na vitória diante do Madureira.

Está claro que torcedores não o perdoam por haver falhado de forma infantil na decisão da Libertadores de 2021, perdendo a bola dominada para Deyverson, que fez o gol da vitória do Palmeiras, na prorrogação, por 2 a 1.

Mesmo com uma fortíssima campanha nas redes sociais contra a contratação, a direção do Flamengo decidiu comprá-lo, depois do empréstimo de um ano do Manchester United. Os valores são altíssimos: R$ 63 milhões por 70% dos seus direitos.

E que não foi anunciada apenas por uma questão burocrática. Para passar de jogador emprestado a comprado, a documentação leva, em média, cinco dias. Se isso acontecesse, Andreas perderia a chance de atuar domingo na final da Supercopa do Brasil, contra o Atlético Mineiro.

Já está tudo certo com o clube inglês e com o jogador.

Ele assinará contrato até dezembro de 2022.

Só que o atleta de 26 anos está sentindo a pressão.

Ao contrário do que os dirigentes, jogadores e até o técnico Paulo Sousa disseram, os torcedores seguem rancorosos, não esquecendo sua falha.

O jogador demonstrou todo seu desequilíbrio emocional contra o Madureira.

Diante das vaias e xingamentos, ele passou a dar pontapés nos jogadores do time rival. 

Ele não está conseguindo colocar em prática o que havia prometido em novembro do ano passado, logo após a final da Libertadores.

"Nação, tô aqui com coração apertado! Hoje eu errei! Não faltou vontade, raça... e nunca vai faltar! Momentos difíceis mostram o caráter do nosso grupo que nesses 3 meses me acolheu na família Flamengo com tanto carinho! Peço desculpas pelo erro de hoje!  Eu prometo, vou reconquistar vocês!"

Se não sofresse um entorse e tivesse de ser substituído, tudo indicava que seria expulso ontem.

A direção não vai voltar atrás na negociação.

Nem o jogador quer desistir.

Mas logo após a partida, os companheiros e o treinador Paulo Sousa consolaram, deram apoio a Andreas Pereira.

Ele não acreditou que sofreria tantas represálias por parte da torcida do Flamengo.

Nas suas redes sociais, ele tenta reagir.

"Aquele que não é corajoso o suficiente para correr riscos não conseguirá nada na vida.” Muhammad Ali, escreveu.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

mgid