Paulo Sousa elogia Flamengo em clássico, mas faz ressalvas: "Temos de melhorar na eficácia"

 


O Flamengo sobrou contra o Botafogo no Nilton Santos. Venceu por 3 a 1 e poderia ter feito mais. Após o duelo, Paulo Sousa destacou que a forma como a vitória foi construída e por se tratar de um clássico contribui para uma conexão maior entre time e torcida.

- Todos jogos são importantes para vencer, sobretudo quando temos novos processos. Vitórias em clássicos, dérbis... Ajudam porque dão consistência e convicções. E conseguimos conectar, para mim o que é muito importante, para se ter uma sinergia com a nação. Esse tipo de vitórias é fundamental sem dúvida.

Apesar de satisfeito com o resultado, o treinador destacou que o time precisa ser cada vez mais eficiente durante as partidas para controlá-las com maior facilidade.

- Houve boas partes, sobretudo no segundo tempo desse controle para podermos definir qual o momento da velocidade do jogo e a verticalidade para as finalizações. Foram ótimas.

-Tivemos boa qualidade no jogo, conseguimos ir por fora quando o nosso adversário fechava por dentro. Pudemos dar verticalidade por dentro ao nosso jogo. A mobilidade dos três da frente foi extraordinária. Chegamos à área várias vezes. Temos de melhorar na eficácia como sempre. Poderíamos ter o controle do jogo já no primeiro tempo. Pecamos ainda muito pela eficácia. Vai haver jogos em que o número de oportunidades vai ser menor do que o que criamos hoje. E essa eficácia com certeza vai fazer a diferença.


O treinador também afirmou algo que já havia destacado: a necessidade de impedir que adversários fiquem picando o jogo o tempo inteiro. Ele acredita que o Botafogo teve esse comportamento desde o princípio.

- Sobretudo temos que melhorar de conduzirmos os jogos para não termos pausas, mesmo que o adversário procure essas pausas desde muito cedo. Temos de estar muito focados no jogo. Depois, dentro da facilidade que o jogo parece ter, temos que estar intensamente concentrados para que nosso jogo seja consistente. E isso mentalmente é algo que a equipe tem que entender e melhorar.

- Principalmente quando fazemos substituições com jogadores de características diferentes, principalmente os que têm característica de contra-ataque e transições ofensivas, ligando velocidade. Temos que ter a capacidade de pensar que todas as jogadas têm que ser finalizadas. Não podemos perder bolas para termos a dupla transição. Corremos demasiadamente, deixamos de ter controle e aconteceu em algum momento.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem