Como antecipado pelo ge, a Justiça reconsiderou o processo do Banco Central contra o Flamengo. Com isso, houve uma redução da penhora de R$ 127 milhões para R$ 10 milhões, o que faz o clube carioca voltar ao mercado.

Nas últimas semanas, o Rubro-Negro viveu um choque. A notícia de que os investimentos estavam congelados veio quando o vice de futebol, Marcos Braz, e o diretor executivo, Bruno Spindel, estavam na Europa. A ordem do presidente Rodolfo Landim foi clara: sem contratações até que o problema fosse solucionado.

Com o caso resolvido, Landim deu sinal verde para o departamento de futebol voltar ao mercado em busca de reforços. E a diretoria tem uma série de pedidos para resolver.

Paulo Sousa já falou diversas vezes da qualidade do elenco do Flamengo, considerado por ele como um dos melhores do continente. Ainda assim, o português quer reforços. E tem uma lista definida, como o ESPN tem trouxe nas últimas semanas.

Desde que chegou ao Rio de Janeiro, o treinador pediu um goleiro. Na análise do comandante, Hugo e Diego Alves alternam entre altos e baixos, fator que fez Paulo Sousa pedir um nome da posição. Santos, do Athletico-PRganhou aprovação, mas o clube paranaense faz jogo duro para liberar o responsável pela meta.



Repórter enxerga que esse pode ser um dos motivos para a forte investida do Palmeiras pelo jogador

O Furacão quer o pagamento integral da multa de 3,5 milhões de euros, cerca de R$ 19,5 milhões. A forma de como essa quantia seria quitada também acabou atrasando um pouco a negociação. O nome de João Paulo, do Santos, também surgiu. No entanto, o Peixe também faz resistência e deseja manter o goleiro, que tem contrato até 2026.

Paulo Sousa também deixou claro para a diretoria outros reforços que pretende além do gol: um zagueiro canhoto, um volante moderno, que saiba marcar e jogar, e um atacante. Além disso, o clube firmaria a compra em definitivo de Andreas Pereira.

Perseguido pela torcida pela falha na final da Libertadores, o camisa 18 também errou contra o Vasco e foi criticado. Só que Paulo Sousa gosta do meio-campista e é a favor da permanência. O departamento de futebol, que também vê a continuidade de Andreas com bons olhos, tem compra encaminhada com o Manchester United por 10 milhões de euros, cerca de R$ 57 milhões.

Durante o congelamento das negociações por conta do processo do Banco Central, a compra de Andreas ficou sob dúvida, já que nenhum investimento seria feito. Com o sinal verde de Landim, a tendência é que o negócio seja sacramentado.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

mgid