Devido à estreia do Flamengo na Libertadores, no dia 5 de abril, terça-feira, as decisões do Campeonato Carioca foram antecipadas em um dia, e serão realizadas nesta quarta-feira, dia 30 de março, e no sábado, dia 2. A mudança colocou em risco a participação do meia Arrascaeta no primeiro jogo contra o Fluminense, uma vez que o camisa 14 está à disposição da seleção do Uruguai, que, na véspera do Fla-Flu, enfrenta o Chile, em Santiago, pelas Eliminatórias.

A partida entre Uruguai e Chile será às 20h30 (de Brasília), portanto, o camisa 14 só se reapresentará ao Flamengo ao longo de quarta-feira, horas antes da partida de ida da final do Carioca. Já houve casos similares que, nesta situação, um atleta entrou em campo pelo clube, mas a tendência é de que não ocorra.

Até porque Arrascaeta tem atuado como titular na Celeste. Na última quinta, em Montevidéu, o meia marcou o gol da vitória sobre o Peru, por 1 a 0, que garantiu a classificação do Uruguai para a Copa do Mundo de 2022, no Catar.

A situação é a mesma para Isla, que enfrentará Arrascaeta, em Montevidéu, pelo Chile. Contudo, se o Uruguai entra em campo já classificado, a La Roja, precisa vencer e de que a Colômbia não vença a Venezuela, fora de casa, e que o Peru perca do Paraguai, em Lima, para disputar a repescagem para a Copa.

Sem Arrascaeta e Isla, o elenco do Flamengo se reapresentou nesta segunda, no Ninho do Urubu, após receber folga no domingo. Para esta primeira final contra o Fluminense, o técnico Paulo Sousa ainda não contará com Rodrigo Caio e Pablo, enquanto o atacante Bruno Henrique (luxação no ombro esquerdo) e o lateral Rodinei (desconforto muscular) seguem como dúvidas.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio