Abel cita protesto no Flamengo em discurso no Fluminense e provoca o rival: "Desculpem, que se f* eles"



Abel Braga roubou a cena durante a cerimônia da instalação da taça de campeão carioca na sala de troféus do Fluminense, nas Laranjeiras, na tarde desta sexta-feira. Em discurso no palco, o treinador comparou a conquista com os títulos estaduais de 2005 e 2012, exaltou o ambiente no clube e se mostrou confiante por mais. Mas aproveitou para provocar o arquirrival Flamengo, que foi o vice-campeão e viveu uma manhã de protestos da torcida no Ninho do Urubu:

- Não esperava isso, não. Mas de coração eu esperava ser campeão, porque ocorreu assim em 2005. Ninguém acreditava absolutamente nada na equipe pela Taça Guanabara muito ruim, mas vencemos a Taça Rio e saímos campeões. Em 2012 era o contrário, nós tínhamos que ser campeões porque tínhamos um super time. E agora, talvez está sendo o fato mais relevante e real é o ambiente que existe, junto com o coletivo que existe e junto com individualidades que fazem um time de futebol. Alguns estão conhecendo hoje isso aqui, vendo pela beleza, o quanto esse clube já ganhou. E nós hoje estamos colocando mais uma vez o nome nessa história. Temos que nos sentir orgulhosos.

"Me preocupa o que causamos um pouco de dano, o Ninho (do Urubu, CT do Flamengo) está sendo invadido, aquela coisa toda. Desculpem, que se f* eles. Se a gente continuar com esse ambiente que nós temos, a gente vai conseguir coisas melhores".

O discurso foi transmitido ao vivo pela "FluTV", canal oficial do Fluminense no YouTube, mas foi retirado do ar horas depois. As imagens também mostraram jogadores do elenco rindo após a provocação de Abel na sala de troféus, e em seguida puxaram os gritos de "ruf, ruf, ruf", que virou marca do "pitbull" Felipe Melo.

Abel esta em sua quarta passagem como técnico do Fluminense,, clube pelo qual iniciou a carreira como jogador em 1971. Ele já comandou o Tricolor em 2005, de 2011 a 2013 e de 2017 a 2018. À frente do Flu, conquistou os Campeonatos Cariocas de 2005, 2012 e 2022, além do Campeonato Brasileiro de 2012. Abelão é também o segundo treinador com mais jogos na história do clube, 348 partidas, atrás apenas de Zezé Moreira, com 497.


Abel Braga também já comandou o rival Flamengo, onde foi campeão carioca em 2004 e 2019. Porém, o treinador saiu mal do clube em sua última passagem, em 2019, quando havia conquistado o título estadual e classificado para as oitavas de final da Libertadores, mas sofria críticas da torcida e pediu demissão ao saber que a diretoria teria procurado o português Jorge Jesus para assumir a equipe, o que aconteceu na sequência.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem