anúncio


Na tarde desta terça-feira (7), em sorteio realizado na sede da CBF, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, o Flamengo conheceu seu adversário nas oitavas de final da Copa do Brasil. O Rubro-negro irá enfrentar o Atlético-MG, atual campeão, com direito a decidir o confronto no Maracanã.

Após o evento, em rápida conversa com a imprensa, o diretor de relações externas do Flamengo, Cacau Cotta, destacou a importância do torneio que não é conquistado pelo clube desde 2013. Segundo o gestor, o clube da Gávea chega para levantar o troféu.
"Uma competição que tem uma rentabilidade importante para os clubes. É muito importante passar, seguir e buscar o título. o Flamengo precisa buscar o título em todas as competições que participa. É assim com Libertadores, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Não pode ser diferente", iniciou Cacau.
O Flamengo vive momento conturbado nos bastidores devido ao momento na temporada. Com o trabalho do técnico português Paulo Sousa colocado em xeque, o Rubro-negro vê um caminho mais curto para poder levantar ao menos uma taça em 2022.
"A cobrança vai haver. Futebol é resultado. O Flamengo é o maior clube do Brasil, talvez um dos maiores do mundo em torcida. Ganhou, você começa a buscar o céu. Perdeu, você está um pouco próximo ao inferno. Torcedor é passional e faz parte da torcida cobrar mesmo. A gente tem de entender o momento", concluiu.
Ocupando a 11ª colocação no Brasileirão, com 12 pontos, o Flamengo volta a campo nesta quarta-feira (8), contra o Bragantino, às 20h30, no 'Nabizão', em partida válida pela 10ª rodada da competição.
Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio tt