Ticker

6/recent/ticker-posts

Eduardo Paes chama Flamengo de 'patrimônio do Rio': 'Queria que o Vasco tivesse essa importância'


Com sonho e planos para construir o estádio próprio, o Flamengo tem a Prefeitura do Rio de Janeiro como aliada. Em entrevista ao "Lance!", o prefeito Eduardo Paes (PSD-RJ) garantiu a parceria e explicou qual será o papel do município caso a ideia avance. Paes também fez considerações sobre os locais estudados pelo clube e avaliou a importância e benefícios do projeto para a cidade.

Os locais avaliados em reunião do presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, com o prefeito Eduardo Paes são Deodoro, Parque Olímpico e o Gasômetro, o favorito do Rubro-Negro. O terreno se encontra na área central da cidade e pertence à Caixa Econômica Federal, que, internamente, está estudando a viabilidade do projeto e os valores. Além do apoio estadual, o presidente Jair Bolsonaro já se manifestou positivamente sobre a construção do estádio próprio do clube.
"Só posso especular, mas é óbvio que um projeto dessa magnitude precisa da autorização do município. Se o Papa for dono de um terreno no Rio de Janeiro e quiser fazer uma igreja, precisa ter autorização da Prefeitura. Mas isso já deixo claro que seria ótimo ter, ali, o projeto de estádio do Flamengo. Toda aquela região, do Gasômetro até o Píer Mauá, faz parte do Porto Maravilha. O que permitiu todas aquelas obras, a derrubada da Perimetral, o túnel, o VLT, tudo o que tem ali, foi o potencial construtivo. Ou seja, o direito de construir. Onde tem mais direito de construir ali? Justamente no Gasômetro", disse Paes e emendou:
"Então, provavelmente, para a coisa ficar de pé, para a Caixa, que é um banco público, o presidente (Jair Bolsonaro) está querendo ajudar, mas ele não é dono da Caixa. É um banco público que presta contas. Para a coisa ficar de pé, a Caixa vai pedir que a Prefeitura transfira esse potencial construtivo para outro terreno. E estamos prontos para fazer isso. Aqui quem está falando é um vascaíno, mas aqui é o prefeito que está aqui, não o Eduardo vascaíno".
O prefeito do Rio de Janeiro ainda reforçou a importância do Flamengo para a cidade, em relação ao impacto causado pelo número de torcedores.
"O Flamengo é um patrimônio do Rio de Janeiro. É um time com sua importância. Queria que o Vasco tivesse a importância do Flamengo, a quantidade de torcedores do Flamengo. O Vasco também tem muita importância para o Rio de Janeiro, mas o Flamengo é um patrimônio do Rio e temos que ajudar", pontuou.