Ex atacante do Flamengo revelou como foi trabalhar com Jorge Jesus na Europa: 'É um cara chato para c...',


Ex-atacante do Flamengo, Roma revelou detalhes sobre o dia a dia com Jorge Jesus. Comandado pelo Mister no Belenenses-POR, o ex-jogador contou uma história inusitada envolvendo o treinador em sua chegada ao time português.

“Eu cheguei no Belenenses e não conhecia quem era o Jorge Jesus. Agora, pensa em um cara chato, chato para c***. Ele tomava Gardenal (medicamento), parceiro, para não dormir e ficar vendo. Ele me convidou uma vez para jantar lá na casa dele, tinha 10 televisões, campeonato de tudo quanto é lugar”, disse Roma ao podcast Zueiragem.

“Cheguei lá, jantamos, não falou nada, ‘bora lá para a sala’. Quando eu vejo, 10 televisões, ‘a gente vai ver todos os 10 campeonatos para você ver aqui e depois vou te explicar como que eu quero que você jogue. Aí eu, ‘Mister, quero ir dormir’. Aí ele ‘não, não tem hora para você dormir, qualquer coisa te libero do treino’. Saí de madrugada da casa dele, vendo todos aqueles jogos, e no outro dia eu não fui treinar, claro (risos)”, completou.

Roma também rasgou elogios ao trabalho de Jesus como treinador.

“É um cara que me ensinou muito. Tecnicamente, taticamente, foi o cara com quem eu mais aprendi. Foi (o melhor na parte técnica e tática). Era aula. Exigente, mas muito bom. Aqui no Brasil a gente não tem isso de treinar no dia do jogo, e o primeiro treinador que eu vi, porque ele era tão tarado por treino e por jogo, que a gente concentrado ia para o hotel, ia para o estádio de manhã treinar posicionamento do time. E tudo o que ele falava caía”, afirmou.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Join