Flamengo trava nova batalha contra a Globo na justiça


Depois de um período sem novas disputas judiciais entre o Flamengo e a Globo, o clube decidiu acionar a emissora nesta semana nos tribunais para exigir que o grupo retire do ar todo o conteúdo relacionado ao time no jogo eletrônico Cartola FC.

O Flamengo alega no processo que o jogo gera faturamento milionário para a emissora, que explora o negócio sem previsão contratual nem pagamento pelos direitos de uso da “marca Flamengo”.

O clube relata, na ação, que notificou a Globo a interromper o uso do conteúdo relacionado ao Flamengo no jogo em 2020. A emissora, em resposta, alegou que o jogo estava enquadrado como uma ação promocional do Campeonato Brasileiro, o que contemplaria o contrato firmado com o rubro-negro.

Na ação, no entanto, o Flamengo sustenta que o Cartola seria um negócio lucrativo para a emissora, o que desvirtua o contrato firmado entre as partes e obriga, na visão do clube, além de autorização para uso da marca no jogo, o pagamento dos direitos da marca.

Para reforçar seus argumentos, o Flamengo juntou dados que ilustram o faturamento milionário da emissora com cotas de patrocínio e com assinaturas dos jogadores que compram versões específicas do Cartola. “O Cartola não serve ao Campeonato, mas se serve dele”, diz a emissora....

Postagem Anterior Próxima Postagem