Controvérsia em Chamas: Braz e Repórter Chocam em Debate Sobre Postura do Flamengo

Cassia Marinho

 **Flamengo Desafia Inconstância e Embarca Rumo ao Paraguai para Enfrentar Olimpia na Libertadores**

A delegação do Flamengo iniciou uma jornada rumo ao Paraguai nesta quarta-feira (9), carregando consigo as esperanças e expectativas de milhões de torcedores apaixonados. O time enfrentará o Olimpia em um confronto crucial pela Copa Libertadores, e antes de embarcar, o vice-presidente de futebol do clube, Marcos Braz, fez questão de dialogar com a imprensa, dando voz às suas perspectivas e defendendo a trajetória do clube diante das críticas.

Braz, figura emblemática nos bastidores do Flamengo, não deixou pedra sobre pedra ao ser questionado sobre a aparente inconstância do time em diferentes competições. O dirigente respondeu assertivamente, buscando desmantelar qualquer insinuação de que o clube escolhe seletivamente os campeonatos em que deseja se destacar.

"Isso é conversa fiada que o Flamengo escolhe campeonato. Flamengo disputa os campeonatos, ganha uns, perde outros. Ganha mais do que perde. Nesses últimos anos, fomos a 3 finais de Libertadores e ganhamos 2. A gente tenta sempre, mas há adversários fortes também", afirmou Braz, sua voz ecoando firme em defesa da trajetória do clube.

A partida contra o Olimpia se insere em um momento crítico para o Flamengo. Após uma derrota contundente por 3 a 0 para o Cuiabá no Campeonato Brasileiro, a equipe enfrenta a necessidade de reafirmar sua resiliência e buscar a classificação na Libertadores. O desafio é premente, e um resultado satisfatório é crucial para a confiança do elenco e o moral da torcida.

O confronto não é apenas um jogo, mas uma cruzada para o Flamengo. Avançar às quartas de final é uma meta não apenas desejada, mas também requerida. Com uma vitória na partida de ida por 1 a 0, um empate é o mínimo necessário para garantir a passagem para a próxima fase. O clube está ciente de que uma eliminação nas oitavas de final está fora de cogitação, uma vez que as ambições são maiores e o planejamento visa, no mínimo, chegar à semifinal.

Nesse contexto, o Flamengo vislumbra um caminho mais longo na Libertadores, sonhando com a possibilidade de chegar à final. Nas quartas de final, caso avance, o clube carioca encontrará o Fluminense, um confronto que promete acender ainda mais a chama da rivalidade local. O Fluminense, que eliminou o Argentinos Juniors, se coloca como um adversário formidável, mas o Flamengo está determinado a enfrentar todos os desafios que cruzarem seu caminho.

Antes de partir para Assunção, onde a batalha com o Olimpia se desenrolará, Marcos Braz também se pronunciou sobre uma possível investida no jogador De La Cruz, após a eliminação do River Plate na Libertadores. Rumores circulavam sobre a possibilidade de uma transferência, mas o vice-presidente dissipou essas ideias com clareza.

"Não procede. Eu nem conversei com o Bruno (Spindel) sobre este assunto. O resultado adverso do River foi ontem à noite. Vou conversar com o Bruno aqui, mas é muito pouco provável. Até porque o jogador não pode jogar mais na Libertadores. Enfim, vamos ver. Mas não tem sentido nenhum", enfatizou Braz, reafirmando o foco do clube na missão iminente.

À medida que o Flamengo se dirige para o Paraguai, carregando consigo a paixão de sua torcida e a determinação de seus jogadores, a narrativa desse capítulo na história do clube começa a se desenrolar. No campo, as palavras se transformam em ações, os planos se concretizam em conquistas. Enquanto a batalha se desenrola, os olhos do mundo do futebol estão fixos nesse confronto que promete emoções intensas e reviravoltas imprevisíveis.

#buttons=(Aceitar!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais
Accept !