Flamengo Derrota Grêmio por 1 a 0 e Avança para a Final

Cassia Marinho

**Flamengo Garante Vitória Eletrizante sobre o Grêmio e Avança para a Final da Copa do Brasil**

Na quarta-feira, 16 de agosto, o Flamengo enfrentou o Grêmio no segundo jogo das semifinais da Copa do Brasil. A partida se mostrou uma montanha-russa de emoções, e o Mengão emergiu vitorioso com uma vitória apertada por 1 a 0, garantindo sua vaga na final do torneio nacional. O gol decisivo do Mais Querido foi marcado por ninguém menos que Arrascaeta.

O primeiro tempo viu uma batalha acirrada, marcada por um número incomum de faltas — um total de 27 no total. Embora o Flamengo não tenha dominado completamente o campo, eles conseguiram criar oportunidades promissoras de marcar gols, sendo frustrados repetidamente pelo goleiro do Grêmio, Gabriel Grando. Conforme o segundo tempo começou, o Grêmio teve um início promissor, até mesmo atingindo a trave em um lance. Contudo, aos 27 minutos, Arrascaeta aproveitou uma oportunidade de pênalti, garantindo a vitória e a tão cobiçada qualificação. Notavelmente, a equipe demonstrou uma postura completamente diferente em comparação às atuações insatisfatórias em jogos recentes.

Com essa vitória, o Flamengo consolidou sua posição de favorito e garantiu sua passagem para a final da Copa do Brasil pela segunda vez consecutiva e uma impressionante nona vez em sua história. Com duas vitórias no placar, o Rubro-Negro avançou com um resultado agregado de 3 a 0.

Na grande final, o Flamengo está preparado para enfrentar o São Paulo, que conseguiu superar o Corinthians com um placar agregado de 3 a 2 para avançar. Os embates estão agendados para os dias 17 e 24 de setembro, uma mudança em relação ao padrão, já que serão jogados nos fins de semana.

**Flamengo vs. Grêmio: O Confronto de Titãs**

A partida teve início com o Flamengo demonstrando domínio, controlando firmemente a bola nos minutos iniciais. Apenas seis minutos depois, uma sequência de passes precisos resultou em uma cabeçada de Bruno Henrique, que foi prontamente defendida por Gabriel Grando. Por outro lado, o Grêmio teve dificuldades para retomar a posse de bola, recorrendo a faltas táticas na tentativa de diminuir o ritmo do Rubro-Negro.

As frequentes pausas no jogo efetivamente diminuíram a intensidade, permitindo que a equipe gaúcha se reerguesse. Enquanto o Flamengo continuava a deter a maior parte da posse de bola, eles não conseguiram capitalizar essa supremacia para ameaçar de forma significativa o gol do Grêmio. No minuto 28, Matheus Cunha veio ao resgate com uma defesa excepcional, evitando que o Grêmio abrisse o placar.

Somente nos minutos finais do primeiro tempo o Flamengo reacendeu seu ímpeto ofensivo. Um contra-ataque bem executado liderado por Victor Hugo, infelizmente, não teve sucesso, já que ele não conseguiu encontrar Bruno Henrique na área. Quase imediatamente, Arrascaeta tentou um chute preciso, mas foi detido pelo atento goleiro do Grêmio. Embora a intensidade inicial tenha diminuído, o Flamengo ainda conseguiu criar as chances mais claras durante o primeiro tempo, enquanto as ameaças esporádicas do Grêmio vieram principalmente de jogadas de bola parada.

**Segundo Tempo Eletrizante**

Com o início do segundo tempo, o Flamengo pareceu adotar um ritmo mais contido, permitindo ao Grêmio duas oportunidades nos primeiros sete minutos. Ambas as tentativas foram orquestradas pelo atacante uruguaio, Luis Suárez. Contudo, Matheus Cunha permaneceu firme, frustrando as investidas do atacante e mantendo o placar empatado.

O Flamengo eventualmente conseguiu diminuir o ímpeto do Grêmio, ganhando vantagem por volta dos 20 minutos. Essa ressurgência deu frutos aos 23 minutos, quando a cabeçada de Léo Pereira após um escanteio atingiu o braço estendido de Rodrigo Ely, do Grêmio. A intervenção do VAR levou a uma revisão, resultando na decisão de um pênalti marcado pelo árbitro Bráulio da Silva Machado.

Com Pedro e Gabigol ausentes do campo, a responsabilidade de cobrar o pênalti ficou a cargo de Arrascaeta. O ícone do Rubro-Negro bateu com calma no meio do gol, finalmente quebrando o empate. O gol não apenas deu a liderança, mas também impulsionou o Flamengo em direção à garantia da vaga na final. Evidentemente, o Grêmio sentiu a pressão da situação.

Nos momentos finais da partida, embora o Flamengo não tenha conseguido gerar oportunidades claras, eles mantiveram o controle e garantiram seu ingresso na nona final da Copa do Brasil em toda a história do clube. O quinto título está agora ao alcance, e sua jornada rumo à glória continua.

#buttons=(Aceitar!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais
Accept !