Hugo Moura [GOL] - Falhou no primeiro gol ao bater roupa para o meio da área no gol de Nacho Fernández. No segundo tempo, cometeu o mesmo erro em finalização de Savarino, espalmando da mesma forma. Quase limpou sua barra ao pegar pênaltis de Guga e Mariano, mas isolou cobrança que garantiria o tri. Não foi bem no tempo normal, é importante frisar. Nota: 4,0

Fabrício Bruno [ZAG] - Faltou firmeza no segundo gol atleticano, parecendo não acreditar que Hulk finalizaria. Bateu muito mal o pênalti. Nota: 5,0

David Luiz [ZAG] - Mostrou-se inseguro na saída de bola, quase entregando o ouro em duas oportunidades, uma em cada etapa. No lance do primeiro gol, não acompanhou Nacho, mas a culpa pode ser dividida com Fabrício Bruno, que havia saído da área. Nota: 5,5




Filipe Luís [ZAG] - Vai se mostrando um ótimo zagueiro até então. Senso de cobertura e tempo de bola corretos em investidas do Galo. De quebra ainda iniciou a jogada do primeiro gol com ótimo passe longo para Arrascaeta. Nota: 7,0

(Léo Pereira [ZAG]) - No pouco tempo em campo, não comprometeu. Na disputa por pênaltis, bateu bem e converteu. Nota: 6,0

Rodinei [LAD] - Esteve bem ofensivamente, mas errou o tempo de bola ao tentar o cruzamento de Ademir para Vargas, que escorou para Hulk marcar. Nota: 5,5

(Matheuzinho [LAD]) - No pouco tempo em campo, pouco apareceu. No desempate, voltou a perder pênalti em decisão de Supercopa do Brasil. Nota: 4,5

Willian Arão [VOL] - Atuação abaixo da média. E, a exemplo de Fabrício Bruno, virou as costas no gol de Hulk. Não teve o mesmo vigor na marcação que João Gomes e voltou a desperdiçar cobrança numa disputa por pênaltis - já havia perdido contra o Racing. Nota: 4,5

João Gomes [VOL] - Fez jus à aposta de Paulo Sousa. Marcou muito e saiu bem para construir o jogo. No fim, parecia já sem pernas, mas mostrou que pode seguir. Um dos melhores rubro-negros ao lado de Arrascaeta. Bateu o pênalti com muita personalidade em momento de pressão. Nota: 8,0

Arrascaeta [MEI] - Com troca de lados constante, cruzou para Bruno Henrique no gol de Gabigol e iniciou muito bem a construção da jogada gol de BH. No primeiro, estava na ponta esquerda. No segundo, na intermediária defensiva. Nota: 7,5

(Vitinho [MEI]) - Teve pouco tempo em campo, mas conseguiu incomodar e deu passe para Lázaro que por pouco não terminou em gol. Perdeu o pênalti decisivo, mas o revés não está nas costas de Vitinho desta vez. Nota: 5,5

Everton Ribeiro [LAE] - Perigoso nos escanteios, porém pouco incisivo ofensivamente, Everton Ribeiro não consegui fazer a diferença. Atuação regular. Nota: 5,5

(Lázaro [LAE]) - Também entendeu a proposta de Paulo Sousa, movimentando-se muito. Arrastou para o meio e esticou a bola no lance do gol de Bruno Henrique. Nota: 6,5

Bruno Henrique [ATA] - Apesar de alguns erros cometidos por falta de ritmo e atuando em função da diferente que exercia nas temporadas anteriores, mais afastado da ponta esquerda, movimentou-se bastante. Participou dos dois primeiros gols do Flamengo e mostrou que é um jogador decisivo. Nota: 7,0

(Diego [MEI]) - Colocado na vaga de Bruno Henrique, mais ajudou na marcação do que na construção. A substituição não pareceu a das mais adequadas, e o Flamengo perdeu volume. Nota: 5,5

Gabigol [ATA] - Chamou o jogo para si o tempo todo, mas perdeu oportunidades claras na primeira etapa. No segundo tempo em compensação, fez o dele e deu passe de calcanhar para Vitinho encontrar Lázaro na pequena área. Nota: 6,5


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

mgid

mgid