O 2022 do Flamengo começou com Arrascaeta e Gabi "voando baixo". São nove participações diretas (gols ou assistências) de cada nas 10 primeira partidas sob o comando de Paulo Sousa. Contudo, Bruno Henrique, que completa o decisivo trio das últimas temporadas, vive um início de temporada diferente. O camisa 27 perdeu os primeiros jogos do ano e ainda "luta" por minutos com o técnico. Após a goleada sobre o Bangu, o português falou sobre a situação do atacante.
- Bruno Henrique é um jogador de área, e precisamos de um jogador de área. A ideia de jogar como ponta ou como ponta mais externo está no nosso horizonte e pensamento, é uma coisa que trabalhamos e é algo que o jogador sabe - afirmou o treinador, após a partida no Maracanã, antes de completar:
- Mas repito, nossa ideia é que todos jogadores entendam bem as posições que tem que ocupar para potencializar ao máximo a nossa equipe e o volume de jogo criando oportunidades e sendo cada vez mais eficaz nas oportunidades.
O Flamengo, adotando um esquema com uma linha de três homens de defesa, tem atuado com alas. No caso, pelo lado esquerdo, Everton Ribeiro e Lázaro são os mais acionados por Paulo Sousa até o momento. Como afirmou, Paulo Sousa vê em Bruno Henrique as características de um homem de área, função na qual tem a concorrência de Gabigol e Pedro. É uma mudança em relação às últimas temporadas, nas quais Bruno Henrique atuava pelo lado esquerdo.


Devido a um desgaste muscular acentuado, Bruno Henrique ficou de fora dos quatro primeiros jogos do Flamengo com Paulo Sousa. Até por isso, o camisa 27 não figura entre os atletas mais utilizados no ano. São 304 minutos em campo, sendo apenas o 19º do elenco, em cinco partidas - três como titular. Além da questão física, a utilização se explica pela mudança no sistema de jogo.

A expectativa é de que o camisa 27 se adapte o quanto antes aos pedidos do novo treinador para que, enfim, volte a ser decisivo pelo Flamengo. Bruno Henrique fez apenas um gol em 2022, e, a partir de quarta-feira, terá a chance de retomar o protagonismo, ainda mais tratando-se do "Rei dos Clássicos". O Rubro-Negro enfrenta o Vasco nas semifinais do Campeonato Carioca. 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

mgid

mgid