Em demonstrativo financeiro que registrou o faturamento recorde do Flamengo em 2021, de R$ 992 milhões o clube também confirmou os valores investidos nas contratações de Marinho, Fabrício Bruno e Pablo para 2022, além do que foi investido nas renovações com Thiago Maia e Arrascaeta. Nestas  operações, o Rubro-Negro investiu R$ 70,182 milhões a serem pagos nos próximos anos.

Destaque no Santos nas últimas temporadas, Marinho foi o primeiro reforço anunciado pelo Flamengo no ano. Assinou contrato até dezembro de 2023 com o clube da Gávea, que pagou R$ 6 milhões 456 mil pelo atacante de 31 anos.

Já por Fabrício Bruno, comprado junto ao Red Bull Bragantino, o Flamengo gastou R$ 15 milhões e 135 mil. O atleta assinou até o fim de 2025. Outro defensor que chegou ao Ninho do Urubu, Pablo, que veio do Lokomotiv Moscow, custou R$ 16 milhões e 677 mil e assinou com o clube até 2026.

A chegada do lateral Ayrton Lucas, quarto reforço para a temporada, não foi registrada no demonstrativo financeiro, já que foi finalizada na última semana. O mesmo acontece com o goleiro Santos, ex-Athletico, que acertou nesta sexta.

PERMANÊNCIA DOS MEIAS NO NINHO

Neste início de 2022, o Flamengo fez investimentos nas permanências de dois atletas: Thiago Maia e Arrascaeta. O volante, que estava emprestado pelo Lille, da França, foi comprado em definitivo pelo clube da Gávea e assinou contrato até 2026. O Rubro-Negro pagou R$ 24 milhões e 68 mil pelo atleta de 25 anos.

Giorgian De Arrascaeta renovou seu vínculo com o Flamengo até dezembro de 2026 (o contrato anterior se encerrava no fim de 2023). Para adquirir o percentual dos direitos econômicos do camisa 14 que pertencia ao Defensor Sporting, do Uruguai, o Flamengo fez o investimento de R$ 7 milhões e 846 mil.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio