O jornalista Mauro Cezar Pereira reclamou pelo Twitter da atuação dos ex-árbitros que estavam na Central do Apito, do canal Premiere, na partida entre 
Flamengo x Botafogo vencida pelo Alvinegro no estádio Mané Garrincha, em Brasília, pelo Campeonato Brasileiro.

No jogo em questão, o comentarista de arbitragem PC Oliveira explica em determinado momento o motivo da anulação do gol marcado por Gabigol ainda no primeiro tempo.

- Nós (Central do Apito) paramos a transmissão no frame anterior, e o Saravia dava condição. O VAR escolheu outro momento, e dá impressão de que a bola já saía do pé do Everton Ribeiro. O VAR tem que considerar o primeiro toque na bola, o que pode não ter sido identificado. Por esse frame, o Gabriel está um pouco à frente. Por isso é importante mostrar a linha do VAR sendo feita na cabine -disse PC Oliveira.

Mauro ficou incomodado com a defesa e disse que os ex-árbitros 'concordam com tudo' e chamou a atuação da Central do Apito de 'abjeto', um sinônimo para a palavra 'desprezível'.

- Desserviço ao futebol, a gloriosa Central do Apito está justificando a decisão do VAR. Se esses ex-árbitros lá estão para concordar com tudo o que os caras fazem, qual a finalidade além do corporativo abjeto? - postou Mauro. 


O Jogo:

O primeiro clássico carioca no Brasileiro 2022 foi realizado em Brasília, no Estádio Mané Garrincha, contando com apimentados temperos na hora do almoço deste domingo. E, em jogo eletrizante até o fim, deu Botafogo, que venceu o Flamengo por 1 a 0, pela quinta rodada, com gol de Erison, e se distanciou do arquirrival na tabela, pois chegou a oito pontos e abriu três em relação ao Rubro-Negro. Ainda quebrou um longo jejum - não vencia o Fla desde 2018.

A segunda metade do primeiro tempo foi de imposição do Fla e ficou marcada pelos duelos Gabigol x Gatito e uma polêmica em relação ao VAR. O paraguaio se viu mano a mano com o atacante, que parou no goleiro na oportunidade mais clara até então.

Logo em seguida, na casa dos 25 minutos, Gabi guardou na rede, mas o gol foi anulado. Mas com polêmica, já que houve bronca pelo VAR ter, supostamente, traçado as linhas em momento equivocado em relação ao toque do Everton Ribeiro.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

mgid

mgid