O preparo físico do Flamengo deve ter alguma coisa errada


O Flamengo teve mais um problema de lesão no jogo diante do Talleres, na Argentina, pela Libertadores, que acabou empatado em 2 a 2. O time perdeu o zagueiro Pablo logo aos 13 minutos de jogo, deixando o setor defensivo com mais um problema para o técnico Paulo Sousa, que já não conta com Fabrício Bruno, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Rodrigo Caio, todos zagueiros, que estão no departamento médico.

No UOL News Esporte, Renato Maurício Prado afirma que o Flamengo só pode ter algum problema na preparação física para sofrer com tantos problemas de lesão como acontece atualmente.

"O pior é que o Paulo Sousa chegou dizendo que com ele tradicionalmente os times que ele dirigia não tinham muitos contundidos, parece que aqui nos trópicos a coisa funciona um pouco diferente, é uma lista interminável", diz Renato.

O jornalista questiona o tempo de recuperação dos jogadores que vão ao departamento médico do Flamengo e a quantidade de lesionados de forma simultânea.

"A teia do Tannure, como eu costumo chamar, os jogadores caem lá e para sair é uma dificuldade, é pior do que mosca quando cai na teia. Ontem o Pablo, ele chegou e no primeiro treino se contundiu, ficou não sei quanto tempo fora, agora voltou, fez dois jogos e teve problema muscular. É assustador", afirma.

"Parece que o Pedro também sentiu uma fisgada, é uma coisa impressionante, o preparo físico do time do Flamengo deve ter alguma coisa errada, não é possível. A verdade é que é uma coisa inacreditável, praticamente os zagueiros todos estão contundidos, o único que está são neste momento é o David Luiz, os outros todos estão na teia do Tannure", conclui.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem