anúncio


A esperada quina de vitórias seguidas do Flamengo no Maracanã não aconteceu. Pior. A derrota por 2 a 1 para o Fortaleza, no domingo, mostrou um time burocrático, que não consegue dar um passo à frente e evoluir. Hoje o Flamengo está em outro patamar, bem abaixo do que diretoria, técnico, jogadores e torcedores imaginavam. E não só por causa de erros individuais.

A injeção de motivação com o gol de Everton aos 49 do primeiro tempo parecia que seria suficiente para a virada na segunda etapa. A perda do pênalti, cobrado por Pedro, logo aos cinco minutos, foi uma grande frustração.

Apesar de o desempenho ter melhorado, foi insuficiente para superar a defesa do Fortaleza, que calou o Maracanã lotado com o segundo gol, já nos acréscimos. E foi um resultado justo. O Flamengo finalizou nove vezes, e o adversário, 11. Com dificuldades na criação, o time de Paulo Sousa cruzou a bola na área 34 vezes.

De novo xingado e ainda mais pressionado, o treinador tem a missão agora de tentar recuperar o time para dois jogos em sequência fora de casa. Quarta, contra o Bragantino, e sábado, contra o Internacional.

Contra o Bragantino, Pablo, David Luiz e Bruno Henrique, suspensos, estão fora. Arrascaeta, que fez muita falta no domingo, segue com a seleção do Uruguai. A boa notícia é o retorno de Gabigol.

Continue lendo:

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio tt