anúncio


A diretoria do Flamengo  decidiu que o técnico Paulo Sousa não seguirá no clube. A derrota por 1 a 0 para o Red Bull Bragantino ontem, pelo Campeonato Brasileiro, foi a gota d'água para os dirigentes do rubro-negro.

O português foi contratado em dezembro do ano passado e assinou um vínculo de dois anos.

Agora o clube carioca vive uma situação delicada já que quem optar por encerrar o acordo terá que pagar uma multa rescisória de aproximadamente R$ 7,7 milhões.

Esse montante está condicionado ao salário restante até o fim do contrato assinado por Paulo Sousa com o Flamengo — ou seja, quanto mais tempo ele permanecer no clube, menor será esse valor.

O treinador comandava a seleção da Polônia quando surgiu o interesse do Fla. Para ficar livre dos poloneses, Paulo Sousa pagou 300 mil euros (cerca de R$ 2 milhões na época) para se livrar do compromisso e poder fechar com o Flamengo.

Paulo Sousa já viajou para Atibaia (SP), onde a delegação do Flamengo fica até amanhã (10), bastante pressionado nos mais diversos lados. O treinador vinha sendo alvo de críticas das arquibancadas e a blindagem interna foi se perdendo a cada resultado negativo que o Fla acumula.

Após a partida de ontem, Paulo Sousa falou em coletiva de imprensa e já percebeu que o fim da linha chegou para ele na equipe.

"Eu estou centrado em tudo o que posso fazer, com todo meu coração, com toda a minha sabedoria, para oferecer o melhor de mim para este Flamengo que tanto merece", disse ele, que completou:

"Há coisas que eu não posso controlar e essas são as que eu menos gasto energia. Eu gasto energia naquilo que é a minha convicção, na nossa metodologia e em trabalhar com os rapazes da melhor forma para irmos ganhando os jogos. Por isso, tudo o que se comenta e escreve é algo que eu não posso controlar. Meu foco é analisar os rivais, passar com clareza os comportamentos dos nossos rivais para a nossa equipe, recuperar decisões e tomar decisões depois do jogo".

Postagem Anterior Próxima Postagem

Anúncio tt