Dorival Júnior exalta bola aérea do Flamengo e vê 'jogo pesado' contra o Athletico-PR


Sem poder contar com o Maracanã nas suas últimas partidas, o Flamengo não bobeou e não perdeu pontos no Brasileiro. Depois de bater o Coritiba, o Rubro-Negro goleou o Juventude por 4 a 0 em Brasília. Todos os gols da equipe carioca foram marcados de cabeça. O fato foi ressaltado por Dorival Júnior, que explicou a força do seu grupo no fundamento.
"A repetição de treinamentos e um ótimo posicionamento dos jogadores, começando a atacar a bola, é o que tem feito a diferença nas bolas aéreas. Tem sido a solução em algumas partidas. O Everton teve estreia tranquila, lógico que ainda pode e vai crescer muito. É questão de tempo, desenvolvimento e trabalho. Estava há quase 90 dias sem jogar e é natural sentir uma oscilação até que encontre suas melhores condições. Vamos dar a ele todas as possibilidades de ganhar minutagem quando a partida nos der essa condição", disse.
No fim de semana, o Flamengo terá o Avaí pela frente no Brasileiro, mas Dorival Júnior foi questionado sobre os duelos contra o Athletico-PR pela Copa do Brasil. O jogo de ida, no Rio, acontece na próxima semana. O técnico elogiou bastante o adversário da equipe do Rio.
"É o tipo de torneio (Copas) que não tem como ficar escolhendo adversários. Realmente o sorteio (da Copa do Brasil) penaliza as duas equipes, porque é um jogo pesado, as duas equipes poderiam estar brigando por vagas nas semifinais ou até finais. Vamos tentar fazer o nosso melhor, não tenho dúvidas disso. São dois jogos dificílimos, espero que estejamos muito bem preparados para enfrentar as dificuldades que teremos nesses dois confrontos", afirmou.
Postagem Anterior Próxima Postagem