O Jesus era diferente, fazia o que queria': Mauro Cezar revela erro em estratégia do Flamengo para final da Libertadores


Após a conquista da Copa do Brasil na última semana, o Flamengo tem a final da Libertadores da América pela frente, no sábado. Durante o podcast 'Posse de Bola', do UOL, o jornalista Mauro Cezar Pereira criticou a possível decisão de Dorival Junior em utilizar titulares nesta terça, pelo Campeonato Brasileiro, contra o Santos.

- Nove ou oito titulares deverão estar em campo contra o Santos, eu acho uma temeridade, mas isso mostra também como o técnico do Flamengo trabalha pisando em ovos, ele é meio refém do grupo, tem que ficar administrando o tempo todo. Os jogadores querem atuar e ele não tem condições de chegar ali e falar 'não vai jogar'. O Jesus era diferente, o Jesus fazia o que queria, o Dorival está sempre tendo que equilibrar pratos porque ele encontrou o clube nessa situação - disse o jornalista.

- É uma questão política e isso reflete a maneira, os equívocos que são cometidos no futebol do Flamengo, porque você contrata um técnico para fazer mudanças, não dá certo, os jogadores ganham uma queda de braço, o time despenca, vai mal, aí cai só na conta do técnico. Se o Flamengo perder para o Athletico-PR, isso vai ser tema para muita discussão. Ainda está em tempo de mudar de ideia, mas a ideia inicial é essa que os caras joguem quatro dias antes da final - emendou Mauro.
Postagem Anterior Próxima Postagem

Join