Ticker

6/recent/ticker-posts

Campeão da Libertadores pelo Flamengo 'cai na gargalhada' sobre Paulo Sousa


Não restam dúvidas que os torcedores do Flamengo não sentem a menor saudade de Paulo Sousa, até porque a passagem do técnico na Gávea foi recheada de críticas e resultados abaixo do esperado. Depois que Dorival Júnior assumiu o comando, os cariocas decolaram e conseguiram erguer 2 taças extremamente importantes.

Ao falar especificamente sobre o português, o lateral-direito Matheuzinho, que fez parte diretamente do elenco vitorioso de 2022, esteve no podcast Flow Sport Club, do Youtube. Trazendo sua opinião 100% sincera, o garoto contou a respeito da "turbulenta" fase vivida pelo gringo quando esteve à frente do Rubro-Negro.

"Acho que faltou entender como funciona a escola brasileira, os clubes. Às vezes, ele chegou com a metodologia dele em mente e achou que fosse dar certo. Tentou mudar e não deu certo. E aí o casamento com o Flamengo já era. Muitas vezes, no meu caso, que sou mais novo, não vou ter a mesma conversa que alguém mais velho vá ter com o treinador", iniciou o defensor, que completou:

"A conversa é muito importante. Muitos me falam que lá na Europa não existe o diálogo individual. Eles são mais frios. Talvez seja por isso que não tenha dado certo. Com o Paulo não tinha isso", contou. Para o reserva flamenguista, o "portuga" não teve "química" com os atletas: "Sabe quando o santo não bate? Infelizmente não deu certo, sabe quando você tenta, tenta e não vai? A gente fazia de tudo, corria, mas não dava certo", explicou.

Por fim, ao ser questionado a respeito do "famoso" telão, que foi pedido por Paulo Sousa à direção do clube assim que chegou ao Ninho, Matheuzinho explicou, mas deu risada: "A gente usou aquele telão umas cinco vezes no máximo", disse em meio às risadas, indo além: "É bom, por que às vezes ele queria mostrar algo tático e não precisava ir para a sala de vídeo. Mas, se tiver uma rotina para usarmos, seria bom", finalizou.