"Flamengo impõe condições para a renovação de contrato de Bruno Henrique"

Caio Tomahawk


No momento, o cenário para o futuro aponta para uma não renovação do atacante Bruno Henrique com o Flamengo. De acordo com o jornalista Mauro Cezar Pereira, o entendimento no Fla é de que o atleta necessita mostrar evolução nos treinamentos para voltar a ser relacionado pelo técnico argentino Jorge Sampaoli.


Além disso, segundo Mauro, a parte mental de Bruno Henrique está prejudicando seu retorno definitivo aos gramados, já que o atleta ainda está inseguro pela grave lesão que sofreu em seu joelho em junho de 2022. Na rotina do dia a dia no Ninho do Urubu, os jogadores do Flamengo não entram em fortes divididas com Bruno. Entretanto, contra os adversários, o camisa 27 segue receoso em arriscar jogadas em profundidade.


Diante desse contexto, caso a situação não se reverta no segundo semestre, a tendência é que o Flamengo não renove com Bruno Henrique. O ponta chegou ao Fla em 2019 e foi peça fundamental na geração que conquistou 12 títulos na Gávea. Entre as conquistas, destacam-se a Flórida Cup (2019), o Campeonato Carioca (2019, 2020 e 2021), a Copa do Brasil (2022), a Supercopa do Brasil (2020 e 2021), a Recopa Sul-Americana (2020), o Campeonato Brasileiro (2019 e 2020) e a Copa Conmebol Libertadores (2019 e 2022).


O último jogo em que Bruno Henrique entrou em campo pelo Flamengo foi uma vitória contra o Bahia. A partida começou com o Flamengo tomando as ações, e aos 23 minutos, Arrascaeta cruzou e David Luiz tocou para Matheus França balançar as redes do rival, abrindo o placar para o Mengão: 1 a 0. Pouco tempo depois, Arrascaeta foi driblado dentro da área e sofreu um pênalti, que Gabigol bateu e converteu: 2 a 0.


No entanto, o Bahia conseguiu diminuir a diferença com um gol de Biel, que tabelou entre os zagueiros: 2 a 1. Nos acréscimos, aconteceu o "milagre" para o Flamengo: cruzamento de Everton Cebolinha e David Luiz tocou para o fundo das redes, marcando seu primeiro gol com a camisa rubro-negra: 3 a 1.


Na segunda etapa, Jorge Sampaoli fez mudanças radicais na equipe, substituindo todo o time titular. Santos, Vidal, Bruno Henrique, Erick Pulgar e Wesley entraram em campo. A decisão surpreendeu a todos, mas logo aos seis minutos, Ademir marcou para o Bahia, diminuindo a vantagem do Flamengo para 3 a 2. Aos 26 minutos, Fabrício Bruno fez uma falta em Biel dentro da área, mas o árbitro não marcou pênalti.


A situação do jogo mudou quando Rezende e Kanu receberam cartões vermelhos por entradas violentas em Wesley e Gabigol, respectivamente. No final da partida, Gabriel Barbosa finalizou de fora da área, mas sem perigo.


Esses desdobramentos reforçam a preocupação em relação ao desempenho de Bruno Henrique e sua falta de confiança em campo. Com a necessidade de mostrar evolução nos treinamentos e superar os obstáculos mentais decorrentes de sua lesão, o futuro do atacante no Flamengo se torna incerto. O clube carioca terá que avaliar cuidadosamente a situação antes de decidir sobre a renovação de seu contrato.

Continue lendo 

#buttons=(Aceitar!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais
Accept !