Presidente do Sport desabafa sobre a disparidade financeira entre os clubes: "É impossível competir com o Flamengo"

Cassia Marinho

Debate sobre cotas televisivas e desigualdade financeira no futebol brasileiro reacende discussão entre clubes

Presidente do Sport reclama da vantagem de arrecadação do Flamengo e propõe Fair Play Financeiro como solução

O debate sobre a criação de uma Liga para administrar o futebol brasileiro tem gerado intensa discussão sobre as cotas televisivas e a disparidade financeira entre os clubes. Recentemente, o presidente do Sport, Yuri Romão, expressou sua insatisfação com a vantagem de arrecadação do Flamengo em relação ao clube nordestino.

Em uma entrevista concedida ao Charla Podcast, Yuri Romão revelou que o Sport deve arrecadar apenas cerca de 10% do que o Flamengo receberá na temporada de 2023. Essa diferença expressiva de recursos financeiros tem impactos significativos na competitividade do futebol brasileiro, de acordo com o mandatário do clube pernambucano.

"O Sport está em um bom ano e espera faturar entre R$ 85 e 90 milhões. Como podemos competir com um clube que irá faturar R$ 1,2 bilhão? Não há competição. Não estou sugerindo diminuir o dinheiro, mas acredito que precisamos começar a pensar em um Fair Play Financeiro. Se não houver competitividade, todos saem perdendo", desabafou Yuri Romão.

continue lendo

#buttons=(Aceitar!) #days=(20)

Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Saiba mais
Accept !