Flamengo traça orçamento para futebol e espera técnico para analisar elenco



Flamengo terá de definir se compra Andreas em 2022


Enquanto dá os passos iniciais para buscar um técnico, a diretoria do Flamengo definiu que só vai analisar possíveis mudanças no elenco após a contratação de um comandante. Além disso, o orçamento do futebol é único, então, o valor que se gastará com contratações também depende da despesa com treinador. O clube começa a se reestruturar após a perda dos três títulos da temporada e a demissão do treinador Renato Gaúcho.

Para essa definição, é preciso saber o resultado da eleição para presidente. Será no sábado (4) quando Rodolfo Landim tentará ser reeleito —tem três concorrentes: Walter Monteiro, Ricardo Hinrichsen e Marco Aurélio Assef. É o favorito.

Anteriormente, Landim já tinha convidado Marcos Braz a ficar como vice-presidente de Futebol do Flamengo. Com isso, a tendência é pela manutenção do dirigente no comando do departamento. Braz e Bruno Spindel são os responsáveis pela busca do técnico.

E quanto há de dinheiro para contratar o treinador? Essa não é uma resposta fácil. O orçamento do futebol, que está sendo traçado, é único e prevê valores em salários e contratações para elenco e comissão técnica. Em 2021, o clube deve fechar o gasto do futebol entre R$ 550 milhões e R$ 600 milhões.

A intenção é correr atrás de um técnico estrangeiro, que terá um custo alto. O clube já sondou o empresário de Jorge Jesus e Carlos Carvalhal, mas ambos são opções muito difíceis. Ainda é monitorado Marcelo Gallardo. Anteriormente, após a saída de Jorge Jesus, o time já desistiu de opções caras como Leonardo Jardim por orçamento reduzido. Desta vez, isso não deve ocorrer.

A diretoria de futebol só vai tomar decisões grandes sobre o elenco depois de contratado um técnico. Por enquanto, só foram tomadas decisões pontuais como a saída de Bruno Viana, que era emprestado do Braga, e não terá comprados seus direitos.

Dentro da diretoria do Flamengo, há a percepção de que o elenco não precisa de grande mudanças. A princípio não serão previstos valores altos para contratações.

O orçamento do Flamengo tem flexibilidade, pois depende diretamente das receitas. O clube tem aumentado as rendas durante o ano e atingirá cerca de R$ 1 bilhão em receitas. Ainda haverá um lucro líquido ao final de 2020 que ultrapassará R$ 100 milhões.

A avaliação da diretoria, portanto, é de que há bastante margem para aumentar o investimento se esta for uma decisão do grupo de situação. Esse quebra-cabeça, no entanto, só começará a ser montado na próxima semana depois da eleição e com o movimento mais intenso para definir o técnico.


 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem