Após a derrota na final do Campeonato Carioca para o Fluminense, o clima nos bastidores do Flamengo não foi dos melhores. Isto não se deu exclusivamente por conta do vice-campeonato, e sim pela falta de perspectiva sobre uma melhora no desempenho da equipe.

Na coletiva de imprensa. logo após a perda do título, o técnico Paulo Sousa revelou que não mudará sua metodologia por causa dos recentes fracassos (Campeonato Carioca e Supercopa do Brasil).
"É uma equipe campeã em 2019, que já tem alguns anos. O Marcos Braz e o Bruno Spindel me contrataram sabendo da minha metodologia, da minha liderança, acreditaram em mim. O fato é que tenho as minhas convicções, as minhas ideias, o meu modo de trabalhar. Todos os resultados positivos fazem com que o processo seja mais rápido. Infelizmente, não foi assim nesses duas finais (Supercopa e Carioca)", comentou o treinador.
Perguntado sobre o desempenho do Flamengo no campeonato, por um todo, o técnico disse entender que o clube teve uma atuação positiva na maioria dos jogos.
"Positivo. Começando pelo Fábio (matias, técnico do Sub-20, que comandou os dois primeiros jogos do clube no Carioca), oferecendo competititividade para jogadores Sub-20, com alguns deles com idade inferior, como é o caso do Matheus França, além de oportunidade de competir em um nível mais elevado, onde o entendimento de jogo, a velocidade, execução, tomada de decisões, tudo é completamente diferente e foi completamente positivo. E depois (com o elenco profissional), entre os conceitos de jogo que nós pretendemos, dentro do nosso modelo de jogo, que nós temos vindo a trabalhar, e queremos ser cada vez mais consistentes. Claro q os resultados nos trazem mais convicções. Tirando exclusivamente este último jogo, em que o Fluminense foi superior, mas, mesmo assim, criamos oportunidades suficientes para podermos concretizar (a vitória)", disse Paulo Sousa.
Após a partida, o clima foi de total abatimento nos bastidores do Rubro-Negro. O tradicional jantar no Maracanã, que começou a ser organizado pelo próprio Paulo Sousa, teve um clima um pouco mais descontraído, por conta da presença de amigos e familiares dos atletas. No entanto, alguns jogadores, como Gabriel Barbosa, optaram por não comerem no estádio.
O proximo confronto do Rubro-Negro será nesta terça-feira (5), às 21h30 (horário de Brasília), contra o Sporting Cristal, do Peru, no Estádio Nacional de Lima. O duelo será válido pela primeira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem

mgid

mgid