Ex- Fla critica departamento médico em apoio a Bruno Henrique: "Não sabem o que fazem!"


Ex-jogador do Flamengo, Ederson fez novas críticas ao departamento médico do clube após a notícia de que o atacante Bruno Henrique passará por nova cirurgia no joelho direito. O ex-meia, que também viveu um drama no Rubro-Negro, prestou apoio ao jogador machucado e disparou contra o departamento médico do clube carioca.

"Infelizmente, já vi esse filme antes. Sinto muito pelo Bruno Henrique, é complicado estar nas mãos de pessoas que não sabem o que fazem!", escreveu Ederson em um post na rede social sobre o caso.

Ederson, que defendeu o Flamengo entre 2015 e 2018, passou por uma cirurgia no joelho esquerdo em 2016, cuja a recuperação foi longa e ainda é motivo de reclamação do ex-atleta. Em 2021, ele fez comentários sobre a aposentadoria precoce do zagueiro Dener por conta de uma 'cirurgia malsucedida', e aproveitou para relatar seu caso de lesão.

"Na minha primeira lesão no Flamengo, inclusive só tive duas, que foram difíceis de serem curadas, houve muito erro de diagnóstico, muito erro de informação. Primeiro foi passado que não havia nada, e o que aconteceu foi que me forçaram a treinar. Eles insistiram nisso mesmo eu reclamando de dores, pois era "só uma dor de edema" e que "eu tinha que superar". Depois, falando sobre a lesão de menisco, me informei com outros especialistas que falaram que eu deveria ter ficado, no mínimo, três meses sem colocar o pé no chão. Isso não foi feito. Fui forçado a treinar, pois eu estava bem, a imprensa falava bem de mim, vivia boa fase e tinha aquela pressão. O doutor Tannure passou remédio que não tinha efeito, era um placebo", disse na época entrevista ao canal "ESPN Brasil".

Aposentado, Ederson teve o Flamengo como seu último clube. Em 2017, ele passou por um câncer no testículo e se curou em fevereiro de 2018. O Rubro-Negro chegou a estender seu contrato, que se encerrou em junho do mesmo ano.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Join